Segunda-feira
20 de Agosto de 2018 - 

Controle de Processos

NOTÍCIAS

Newsletter

Previsão do tempo

Hoje - Rio de Janeiro, R...

Máx
27ºC
Min
20ºC
Predomínio de

Luta pela derrubada do veto ao pagamento do horário-janela

Carlos Giannazi já iniciou a busca de apoio entre os deputados estaduais para a derrubada do veto do governador Geraldo Alckmin ao Projeto de Lei 56/2014, que determina o pagamento do horário-janela a todos os professores das escolas públicas e privadas do Estado. Nesse período, o docente deverá realizar atividades pertinentes à função, como preparação de aulas, correção de provas etc. "O professor fica sem lecionar por uma ou duas horas por conta da organização do horário. Então é justo que ele seja remunerado por esse tempo em que ele fica à disposição da escola". O deputado do PSOL ressalta que outras redes públicas e algumas escolas privadas já efetuam esse pagamento, mas lamenta a postura do governador, que veta qualquer benefício concedido ao funcionalismo. "É uma política de ódio ao servidor público", denuncia. Giannazi também destaca que os vetos de Alckmin também evidenciam o desprezo pelo Parlamento. "A Assembleia Legislativa entendeu a importância do PL56, que foi aprovado em todas as comissões e, posteriormente, pelo conjunto dos 94 deputados. Quando Alckmin passa por cima da Assembleia, ele contraria a vontade do povo, que entende a importância de se valorizar o magistério". A Assembleia é soberana na elaboração de leis estaduais, mas para que um veto do Executivo seja derrubado, ele tem de ser pautado pela presidência da Casa e rejeitado pela maioria absoluta dos seus membros: 48 deputados. "Será um trabalho dobrado", explica o parlamentar.
09/02/2018 (00:00)
Visitas no site:  60346
© 2018 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia